it flag  pt flag

 

top biblio01

 

 

A Biblioteca do Instituto Português de Santo António em Roma dispõe de vários núcleos bibliográficos de interesse para os estudos lusófilos, sobretudo nos âmbitos da história religiosa e política, da língua e literatura de expressão portuguesa e da música.

Os seus fundos, organizados e catalogados em 1995 por Maria da Graça Pericão e Maria Isabel Faria, atingiam então cerca de 6700 volumes, tendo nos últimos anos duplicado este número, graças a numerosas aquisições e doações.

A 16 de outubro de 2015, depois de profundas obras de restruturação e ampliação, foi inaugurado o “Fundo Bibliográfico Luciana Stegagno Picchio” (26.04.1920 - 28.08.2008) que traz o nome da filóloga, historiadora da cultura, crítica literária, especialista de literatura medieval portuguesa, história do teatro português e literatura brasileira, que quis doar ao Instituto Português de Santo António a sua inteira biblioteca – cerca de 14 000 volumes – os mesmos que serviram de base aos seus estudos e que lhe permitiram assinar mais de 500 publicações dedicas às literaturas e às culturas lusófonas.

Os dois núcleos bibliográficos foram submetidos a um tratamento técnico biblioteconómico, da responsabilidade da empresa portuguesa Docdynamics. Depois da higienização dos livros e da sua separação (monografias, publicações periódicas, material não livresco e livro antigo), a catalogação – utilizando a aplicação Prisma, módulo CatWin – resultou num total de 30.568 registos, correspondendo a 749 publicações periódicas e 29.819 monografias. A Biblioteca do IPSAR está instalada em 8 salas, ocupando um total de 760 metros lineares de estante.

CONTATTACI